quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Carne Guisada acompanhada por batatas fritas e arroz de cenoura

Não costumamos comer muitas vezes batatas fritas e até pensei acompanhar esta carne guisada com massa, mas depois o desejo foi maior :-)
Como temos muitas batatas miúdas que foram oferta da tia G. aproveitei para frita-las inteiras.


Ingredientes:
- 1,100kg carne de vaca da costela
- meia chouriça de carne
- carne de porco salgada a gosto ou toucinho fumado
- cenoura às rodelas
- cebola
- alho
- azeite
- piri piri em grão q.b.
- folha de louro
- salsa
- sal q.b.
- massa de tomate q.b.
- batatas miúdas inteiras

Preparação:
Cozer previamente a carne de vaca na panela de pressão por 15minutos. 
Picar a cebola e o alho e levar ao lume com o azeite. Quando a cebola apresentar um tom dourado/acastanhado deitar um pouco de água e deixar levantar fervura.

Temperar com sal, piri piri, folha de louro, salsa e um pouco de massa de tomate. Eu usei molho de tomate caseiro.
Deixar levantar fervura e juntar a carne cortada aos bocadinhos, a chouriça cortada às rodelas, a cenoura e a carne de porco ou toucinho cortado aos cubos.

Deixar cozer em pouca água, já que não vamos juntar mais nada a cozinhar não necessitará de muita água.
Ir vigiando para que a água não acabe.

Enquanto a carne está a ser preparada descasque as batatas e comece a frita-las.
Quando a carne estive quase pronta não se esqueça de provar e corrigir os temperos se necessário.

Servi em prato grande de barro a carne no centro e as batatinhas fritas a toda a volta. Reguei as batatas com um pouco do molho da carne. Servi também arroz de cenoura, pois a minha avó não vai muito com batatas fritas.

Bom apetite.

Compota de maçã

Uma irmã da minha avó materna tem árvores de fruta mas são daquelas pessoas que não fazem nada em casa, compram tudo. Logo, deixam a fruta apodrecer.



Era exactamente isso que ia acontecer a estas maçãs até ela dizer à minha avó que nos oferecia.
Sábado passado lá fomos nós. Eu e a minha mãe apanhar fruta.
Viemos carregadas de maçãs e marmelos que mais uns dias e acabariam no lixo.
Os marmelos serão assunto para outro post. As maçãs foram descascadas e congeladas para depois fazer compotas que vão rechear os cabazes de Natal.
Podia fazer agora, é verdade, mas como também tinha os marmelos não dava tempo para tudo.
E pronto, consegui aproveitar 2,5kg de maçãs, nada mau.



Acho que Sábado vou ver se dá para apanhar mais :-)

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Bolo de Aniversário

Este é um bolo que fiz para o meu aniversário.
Esta receita servirá também para participar no passatempo do blog Artxike, a quem desde já agradeço a oportunidade.



Passemos à receita.

Ingredientes para a massa:
- 12 ovos
- 400gr de açúcar
- 450gr de farinha
- 1 colher de chá de fermento em pó


Bate-se as gemas com o açúcar até formar uma gemada.
À parte bate-se as claras em castelo.
Mistura-se ao preparado das gemas, envolvendo bem sem bater e alternando com a farinha e o fermento.
Dividi para dois tabuleiros forrados com papel vegetal e levei ao forno a 190º

Para o doce de ovos:
- 12 colheres de sopa de açúcar
- 12 gemas de ovos
- água q.b.
- raspa de limão

Preparação:
Num tacho coloca-se o açúcar e cobre-se com água.
Leva-se ao lume até fazer um ponto leve.
Retira-se do lume e reserva-se até arrefecer.
Junta-se as gemas batidas e a raspa de limão e leva-se novamente ao lume a engrossar.

Montagem do bolo:
Colocar sobre um prato de bolos uma das partes.
Barrar generosamente com o doce de ovos e cobrir com a outra parte da massa.
Com o restante doce de ovos cobre-se todo o bolo.

Coloca-se amêndoa laminada a toda a volta para decoração.
Por cima decorei com pepitas de chocolate e coloridas e creme de morango para escrever.

Estava muito fofo. A massa fica como pão de ló e o doce de ovos dá um toque húmido à massa.

Pão de Chocolate

Gosto bastante da Mafalda Pinto Leite. Tem ideias frescas, receitas fantásticas, simples.
Sigo bem de perto tanto o seu blog Dias com Mafalda, como o seu site.

Uma receita que tirei do site foi o Pão de chocolate.
É algo que cá em casa adoramos. Costumávamos comprar já prontos, encontram-se em qualquer grande superfície. Chegamos também a comprar congelados na Makro, para cozer quando nos apetece-se.
Mas fazê-los cá em casa nunca. Mas a ideia não me saía da cabeça.

Fui então às compras e lembrei de trazer 2 embalagens de massa folha da Bimbo, que adoro, e um frasco de doce de chocolate e avelãs do Continente. Como já referi anteriormente, as marcas brancas estão sempre em primeira opção.

Deitei mãos à obra.



Ingredientes:
- Massa folhada fresca
- Doce de chocolate e avelãs
- Amêndoa laminada
- Ovo batido.

Preparação:
Antes de mais peguei no doce e deitei num pequeno recipiente para o misturar e juntar os dois sabores.

Depois parti para a massa folhada.
Cada caixa contém 6 folhas de massa folhada fresca. Com a ajuda de uma faca cortei cada folha em dois.

Barrei o centro de cada tira de massa folhada com o creme.

 (Como se vê a massa está corta em 2)

Dobrei as duas pontas de forma a formar um pequeno rectângulo. E pincelei as pontas com ovo batido de forma a ficarem coladas.

 (Esta é a parte debaixo do pão de chocolate, as 2 pontas pinceladas de ovo)


Cozi algumas e as restantes coloquei num tabuleiro a congelar.

 (Prontos a congelar)

Antes de levar ao forno a cozer, pincela-se a parte de cima dos pães de chocolate com ovo batido e polvilha-se com as amêndoas laminadas.



Vai então ao forno, num tabuleiro forrado com papel vegetal ou com tapete de silicone, até ficarem dourados.

Os congelados, sempre que apetecer, é só deixar descongelar, pincelar com ovo batido e polvilhas com a amêndoa e levar ao forno.

Ficam deliciosos!!!
Vão fazer as delicias, nos dias mais frios com um capuccino a acompanhar.
E é também económico, cada pão de chocolate ficou por 0,22€ :-)


Não ficam muito grandes, mas assim também não se tornam enjoativo.
Foi uma excelente receita que tirei do site da Mafalda Pinto Leite.
O meu agradecimento publico a ela. Adoro o seu site e o seu programa.

Semifrio de Morango

É uma sobremesa muito apreciada cá em casa.
Fiz para ser a sobremesa de Domingo e toda a gente adorou.
Como já não se encontram morangos com muita facilidade tive de inventar.




Ora então foi assim:

Base de bolo, ingredientes:
- 5 ovos
- 90gr de açúcar
- 120gr de farinha

Preparação:
Bater as gemas com o açúcar até formar uma gemada.
Entretanto bater as claras em castelo. Envolver no preparado das gemas, sem bater, intercalando com a farinha.
Levar a cozer ao forno num tabuleiro forrado de papel vegetal.
Depois de frio, virar em cima de um pano polvilhado de açúcar e cortar à medida do aro que vamos utilizar para montar o semifrio.

Para o semifrio, ingredientes:
- 300ml de natas
- 2 claras
- 6 colheres de sopa de compota de morango, a minha é caseira,
- 4 folhas de gelatina incolor
- um pouco de leite morno

Cobertura:
- Compota caseira de morango q. b.

Preparação:
Bater as natas até ficarem presas. Bater as claras em castelo. Juntar ambos do preparados e envolver, não bater, com o salazar.
Colocar as folhas de gelatina de molho em água fria.
Adicionar a compota de morango ao preparado das natas e claras. Envolver tudo muito bem.
Entretanto aqueça um pouco de leite, escorra as folhas de gelatina e desfaça-as no leite morno.
Junte ao preparado anterior e envolva bem.
Temos então o nosso preparado pronto.

Coloque um aro num prato para montar-mos o nosso semifrio. Começamos por colocar a base de bolo e por cima desta o preparado do semifrio.
Para cobertura utilizei também a compota caseira de morango. Colocar quantidade a gosto e levar ao frigorífico para prender.

Antes de servir, tiramos o aro com muito cuidado. Passamos uma faca bem afiada a toda a volta e depois retiramos com cuidado.

Decorei o semifrio com fios de ovos, raspas de chocolate negro e chocolate branco, bolachas de chocolate e de côco.




Bom apetite.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Segurança Social vs Finanças

Acho que estas duas instituíções estão a gozar comigo.
E eu meus caros, eu estou a ficar doida com isto.
Infelizmente desde dias 21 do corrente mês passei a constar dos números do desemprego deste país. O que só por si já é triste, mas ver que estas duas instituíções não se entendem e estão a dar comigo em doida, é ainda mais triste.

Quando me dirigi ao centro de emprego, para me inscrever e entregar os papeis a requerer o subsídio de desemprego foi-me pedido o documento comprovativo de rendimentos trabalhador independente. Bem, de facto em Maio deste ano, e volto a repetir deste ano, abri a actividade, mas em Setembro mais precisamente no dia 1 encerrei a actividade, no dia 21 foi o meu último dia de trabalho. Durante este tempo não passei nenhum recibo. Estava isenta de iva e de descontar para a segunrança social visto estar a descontar por conta de outrém. Ora dirigi-me às finanças e a senhora ri-se dizendo que mesmo que tivesse passado algum recibo só para o ano o ía declarar. Ok tem lógica.
Ligo para o Via Segurança Social e teimam que nas finanças me têm de passar uma declaração. Digo-lhe que a actividade foi aberta e encerrada este ano mas não adianta.

Estou a ficar muito zangada e sem norte. Não sei que devo fazer, mas não posso ficar sem o subsídio porque esta gente não se entende.

Desculpem o desabafo, mas precisava.
Oh se precisava :-(

Sou viciada em...

Séries de tv :S

Apercebi-me disso quando fiz uma lista das séries que sigo religiosamente e vi que no total são 18 séries!!!
E não, não passo o dia a ver tv. Só vejo à noite e ao fim de semana.
Claro que elas não são transmitidas todas na mesma altura.
Umas recomeçam agora, outras em Janeiro e desta forma consigo conciliar 18 séries!!!

E são elas:

Ossos
CSI Las Vegas
CSI Miami
CSI Nova Iorque
Californication
Dexter
Glee
House
Leverage
Greek
Lie to me
Castle
Flashpoint
Uma familia muito moderna
NCIS
NCIS LA
Sons of anarchy
Alerta Cobra

Pelo caminho deixei de ver algumas como por exemplo Mentes Criminosas que vi colada ao sofá. Um dia vi um episódio com o qual ainda hoje tenho pesadelos e desde aí nunca mais consegui ver.

Qualquer dia preciso de ir para uma clínica desintoxicar.

Neste momento as que me estão mesmo mesmo a viciar, que conseguia ver um episódio seguido de outro são:

Lie to me - Canal Fox

Sons of anarchy - Canal Fx



Economia Doméstica

Quase todos os Sábados vamos ao mercado, salvo raríssimas excepções.
E por norma vamos sempre à mesma vendedora comprar os legumes.
Como somos pessoas conhecidas dela há sempre um preço especial.
Sábado para além do preço especial do costumo houve também uma saca de pimentos, tanto vermelhos como verdes de oferta. E também um ramo de salsa fresca com um aroma bastante agradável.

Não somos pessoas de comer pimentos, mas gostamos de aromatizar alguns pratos.
Não queria que eles se estragassem. Tinha quase 2kg de pimentos.

No final de arrumar todas as compras, peguei neles e numa faca bem afiada.
Cortei-os ao meio e limpei-os, tirei todas as sementes que tem no interior.
Depois cortei às tirinhas e coloquei em sacas para congelar. Ficamos com 2 sacas bem jeitosas de pimentos.



A salsa coloquei em água. Peguei num frasquinho de guardei de umas salsichas alemãs, enchi de água e tenho tido salsa fresca toda a semana. Se salientar que mudo a água do frasquinho todos os dias como se estivesse a tratar de um ramo de flores.

Como podem ver nada de estranha :-)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Caldeirada de Bacalhau

Um prato que gostamos bastante.
Pode-se fazer com bacalhau desfiado de compra, ou aproveitar as posta do bacalhau que menos se gosta e desfiar para fazer esta caldeirada.

Ingredientes:
- 400gr de bacalhau limpo de peles e espinhas, o bacalhau é a gosto, algumas pessoas gostam com muito bacalhau, outras com menos, depende dos gostos.
- 5 batatas grandes às rodelas
- 1 cebola às rodelas
- 1 alho laminado
- polpa de tomate q.b.
- folha de louro
- raminho de salsa
- piri piri q.b.
- óleo
- azeite
- vinho branco

Preparação:
Numa panela coloca-se uma cama de rodelas de cebola, alhos laminados e piri piri.
Por cima coloca-se as batatas partidas às rodelas, e uma cama de bacalhau.
Coloca-se um raminho de salsa, uma folha de louro e a polpa de tomate.
Rega-se com um fio de óleo, um fio de azeite e um pouco de vinho branco.



Leva-se ao lume.
Assim que ferver, prova-se. Não se coloca sal logo no inicio porque como sabem o bacalhau tem tendência para ser salgado. Então prova-se e se necessário, coloca-se um pouco de sal.

É uma refeição que cozinha rápido. Se virem que pelo meio fica sem calda, reguem com um pouco de água.
Em +/- 30 minutos fica pronto e é muito saboroso.
Decorei com um raminho de salsa fresca.



Bom apetite!!!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Objectos de desejo I

Às vezes desejamos coisas impossíveis.
Desejamos carros caros, casas caras...
Outras vezes desejamos coisas simples como um verniz ou, por exemplo, um expositor de 3 andares.
Algumas pessoas chamam-lhes fruteiras, outras pessoas chamam-lhes expositores.
O nome não me faz grande diferença, o que eu queria mesmo era ter um.

Vi este fim de semana na loja Casa, custava quase 15€ mas só tinha dois andares.
E eu impliquei que teria de ter 3. Ora bolas!!!

Quero tanto, tanto, tanto que só me apetece fazer beicinho.

Vejam vocês se não são a coisa mais linda do mundo.





Redondas ou quadradas, de porcelana ou de vidro são lindas.
Já a consigo imaginar no Natal, um andar com Sonhos de Natal, outro andar com coquinhos, outro andar com bolachinhas Hungaras. Podem até ser outros os doces mas o que me interessa é o efeito que dará à mesa.
Até sonho acordada.
Vou continuar a procurar, se não encontrar em mais lugar nenhum, vou à loja Casa e trago comigo o de 2 andares. Esse estou a pensar oferecer aos meus queridos amigos C e B. Casaram este ano e uma peça destas com certeza ficará bem na sua sala.

Esta noite vou voltar a sonhar com o "meu" expositor de 3 andares.

Pão de Ló em forma de barro

Hoje apresento-vos uma receita tão tradicional, o Pão de Ló.
A principal época dele está a chegar.
As pastelarias a rebentarem com este bolo tão fofo e doce.
Mas o caseiro é algo fantástico. Acompanhar um queijinho da serra por exemplo, um bom vinho do porto. Tínhamos aqui conversa até à noite :-)

Sim, eu sou uma verdadeira gulosa.

Mas passemos à receita, isso sim é o importante.
Esta receita é também para participar no passatempo da Semana da Cozinha Tradicional Portuguesa do blog Cinco sentidos na cozinha.

Ingredientes:
- 6 ovos
- 2 chávenas chá de açúcar
- 3 chávenas de chá de farinha
- 1 colher das de sobremesa de fermento em pó
- 1 copo de leite

Preparação:
Bater as gemas com o açúcar até formar uma gemada esbranquiçada.
Juntar a farinha e o leite, aos poucos, e ir envolvendo.
Entretanto bater as claras em castelo.
Envolver as claras ao preparado anterior.

Ligar o forno a 180º para ir aquecendo.
A minha forma é a tradicional forma de barro. Fica mesmo muito bom cozido assim.
Ela é constituída por 3 partes, um alguidar para a parte de baixo, uma malga para se colocar no centro e assim fazer o buraco do Pão de Ló e outro alguidar para tapar.





O papel costumo arranjar numa pastelaria, mas lojas que vendam produtos para pastelaria têm de certeza.

Forrei a forma com 3 folhas de papel e verti a massa para dentro da forma.
Foi ao forno durante +/- 40 minutos.

E o resultado final foi este magnífico Pão de Ló.
Mesmo sem a forma de barro experimentem, é muito bom.



Rissóis de fiambre - Aproveitamento

Sábado para o jantar resolvemos fazer uma salada e juntar fiambre aos cubos. Compramos uma fatia de fiambre alta para depois cortar. Mas a menina que nos atendeu deve ter-me cortado pelo menos 500gr de fiambre.
Como trouxe mais coisas nem reparei.

Ao chegar a casa fiquei doida. Tanto fiambre!!!
Eu só usei 1/4 da fatia. E agora?

Guardei num tupperware no frigorífico para que não se estraga-se. Já tinha ideia de fazer estes rissóis de fiambre.

Cá em casa gostamos bastante de rissóis. De carne, camarão, mistos, só de frango e até de fiambre. Seja para entradas ou para uma refeição mais leve, temos sempre rissóis na arca prontos a fritar.

Fiz então a massa para os rissóis.

Ingredientes:

- 1 chávena de farinha
- 1 chávena de água
- 2 colheres das de sopa de margarina
- sal para temperar

A massa dos rissóis é muito fácil de fazer.
Coloca-se uma panela com a água e sal a aquecer.
Quando ferver prova-se e deita-se a manteiga.
Assim que a manteiga esteja derretida junta-se a farinha.
Com uma colher de pau, rapidez e força nos braços, e sem tirar a panela do fogão vai-se mexendo até a massa formar uma bola e descolar da panela.

Agora é só deixar arrefecer para se conseguir trabalhar em cima da bancada.

Enquanto arrefecia a massa, fui cortar o fiambre aos cubos.

 (vejam bem a quantidade de fiambre que sobrou de Sábado) 

Depois de fria, enfarinha-se a bancada de trabalho e trabalha-se a massa para ficar lisinha.
Após este passo é o normal, esticar a massa, colocar um pouco de fiambre, cobrir com mais massa e cortar.

 (Este é o cortador pequeno)

(Já cortados)

Eu uso um cortador próprio, tenho este pequeno e outro maior, mas podem usar um copo, uma chávena, etc. Podem fazer redondos, meias luas, como preferirem.

Passar por ovo batido e pão ralado e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.

 (Ficou escura a foto, estava a passar por ovo e pão ralado)

Com aquele fiambre consegui fazer 6 dúzias de rissóis que estão na arca para quando quisermos utilizar.

 (Prontos para irem para a arca)

Bom apetite!!!
Lola

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Decorar frascos da cozinha

Há um blog que visite diariamente e o qual adoro, simplesmente adoro!!
Falo-vos do blog da Luarte - Ideias debaixo do telhado.

Numa das minhas visitas encontrei este post onde ela mostra como decorou um frasco do seu quarto. Ficou um mimo aquela etiqueta tão vintage.

Deitei unhas ao computador e fui procurar etiquetas assim. Ainda não tinha um destino específico para elas, mas ideias não faltavam.

Encontrei este site com etiquetas vintage m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a-s.
Guardei-as e a semana passada fez-se luz sobre o que fazer com elas.

Os frascos de arroz, massa, etc, da cozinha cá de casa precisavam de algo novo. Resolvi utilizar as lindas etiquetas vintage para identificar os frascos.

 (Vejam como eles precisavam de ajuda urgente)

Ora vejam como foi simplesmente.

1. Imprimi-as numa folha normal, recortei as que precisava e escrevi com uma caneta. Arroz Agulha, Arroz Carolino, Massa I, Massa II e Farinha.

 (Olhem que lindas que são)


2. Depois disso, com a ajuda do rolo de papel autocolante transparente, impermeabilizei todas as etiquetas.

 
(Foram estes os meus ajudantes)

 (As etiquetas já impermeabilizadas)

3. Com mais um pouco de papel autocolante transparente colei as etiquetas aos frascos.

(O pequenino para a massa pontinha ou pevide)
E voilá.

(Farinha e Arroz Agulha)


(Arroz Carolino e Massas)


Quando a minha mãe viu os seus "novos" frascos ficou toda contente.
E eu fiquei feliz!!!

Muito obrigado à Luarte. Graças ao seu lindo blog eu decorei os frascos da cozinha e ficaram lindos.

(A Família completa)

sábado, 18 de setembro de 2010

Arroz Xau xau



Este é um acompanhamento que cá em casa adoramos. A acompanhar panados por exemplo, hummm
Mas tive de fazer algumas alterações para agradar a todos.
Este é um arroz xau xau à minha maneira ;-)

Ingredientes:
- 1 chávena de arroz frito (em vez de cozido como é normal)
- 150gr de fiambre aos cubos
- 2 salsichas alemães às rodelas
- 2 ovos
- óleo

Faz-se o arroz frito e reserva-se. Entretanto bate-se os ovos e junta-se o fiambre aos cubos.
Põe-se uma frigideira a aquecer com um pouco de óleo.
Frita-se os ovos com o fiambre, fazendo ovos mexidos. Reserva-se.
Coloca-se as rodelas de salsichas para estalar um pouco no óleo.
Numa travessa de forno coloca-se o arroz, os ovos mexidos e as rodelas de salsicha. Mexe-se tudo muito bem.
Aquece-se o forno e 5/10 minutos antes de servir leva-se o arroz xau xau ao forno.
E pronto desta forma toda a gente cá em casa adora. E o meu namorado B. também :-)
Bom apetite!!!

P.S.: Depois deixo a receita do arroz frito.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Torta com mousse de chocolate

Esta torta costuma sair-me sempre bem e eu adoro-a.
Retirei esta receita do fórum Comunidade dos Gulosos - Petiscos, a sua autora é a Ddar. Agradeço-lhe imenso ter colocado a sua receita.

Ora bem, a torta costuma sair sempre bem, mas desta vez houve um pequeno problema. Não com a torta, mas com o forno. Passo a explicar.
O forno é a gás na parte de baixo e eléctrico na parte de cima. Quando a torta está cozida tenho de desligar o gás e ligar o eléctrico para ficar seca por cima e dessa forma não colar ao pano. O problema esteve aí, esqueci-me de ligar a parte de cima :-(
Metade da torta não colou ao pano e ficou linda e maravilhosa. A outra metade ficou um pouquinho frouxa. Enfim da próxima vez não me posso esquecer.
Até porque tenho de ir treinando a enrolar tortas para que o Tronco de Natal fique perfeito ;-)

Tirando esse pequeno acidente, a torta ficou muito boa como sempre e comeu-se toda ao jantar de ontem.

Passando à receita.

Ingredientes:
- 5 Ovos
- o peso de 3 ovos de açúcar
- o peso de 2 ovos de farinha, sendo que nesse peso deve incluir uma colher de sopa de maizena
- 1 colher de chá de fermento em pó


Bater as gemas com o açúcar, muito bem, até ficar um creme esbranquiçado.
Bater as claras em castelo.
Peneirar as farinhas e o fermento.
Envolver alternadamente as claras e a farinha, com muito cuidado.
Ligar o forno para ir aquecendo, a 180º.
Forrar um tabuleiro com papel vegetal, ou então untar com margarina e polvilhar com farinha. Verter para dentro dele o preparado e levar a cozer ao forno.

Muita atenção para não cozer demais, a torta deve ficar fofa.
Depois é só desenformar para um pano polvilhado de açúcar, rechear, enrolar e decorar a gosto.

Eu recheei com mousse de chocolate. Tinha um pacote de mousse instantânea a terminar a data. Não gosto muito de mousse de chocolate instantânea, faço uma caseira muito boa, mas tínhamos comprado um pacote para uma urgência.



Depois de recheada, enrolada e decorada, levei ao frigorífico para a mousse ficar fresquinha.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Natal

O Natal está aí a aparecer.
Sim, eu sei, ainda faltam 3 meses e tal, mas já penso muito nisso. E pelo que vejo em outros blogues, felizmente há mais pessoas como eu!! Até agora achava que era um extraterreste e só eu em Setembro pensava e planeava o Natal.

Adoro aquela época. As decorações das casas, das lojas, das ruas. Passear pelo comércio tradicional e ouvir as musicas que passam nas ruas. A magia e o brilho dos olhos das crianças na época natalícia.

Por tudo isto, o Natal já não sai da minha cabeça. Já fiz compota de morango para fazer alguns cabazes. Vou fazer ainda de maça e pêssego, geleia de marmelo e marmelada. Bolachinhas e bombons caseiros para enriquecer ainda mais os cabazes. Não sei se vou colocar mais alguma coisa, tenho de pesquisar ideias, por agora são estas. Para outras pessoas será alguma coisa da Yves Rocher ou da Oriflame, dentro de uma caixinha feita por mim. E para aqueles mais chegados, serão prendas especiais e acima de tudo úteis.
Posso só dar uma lembrança a um amigo, para não se perder o espírito natalício, mas tem de ser algo útil.

Já tenho prendas para algumas crianças, dvd's de desenhos animados.

As ideias vão se compondo.

Já consigo imaginar a casa enfeitada, a cheirar a canela. Hummm que maravilha.
Sou como uma criança na época natalícia!!!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Feijoada de grão-de-bico

Ok, eu sei o título é estranho. O problema é que eu não sei que nome se dá ao prato que vos vou apresentar hoje. Foi o nosso almoço e é muito apreciado cá em casa.
Os nossos irmãos Brasileiros chamam-lhe Feijoada de Grão-de-bico e eu resolvi adoptar o nome.
Eu adoro, tanto cozinhá-lo como comê-lo.
A mistura de cheiros, aromas é fantástica.

Vamos lá apresentar a minha feijoada de grão-de-bico.

Ingredientes:

- cebola
- alho
-azeite
- meio frango
- 500gr de carne de vaca
- meia chouriça
- 1 cenoura
- 1 tira de barriga de porco salgada
- 250gr de massa cotovelinhos
- 2 frascos de grão-de-bico cozido (aproximadamente 800gr depois de escorrido)
- massa de tomate
- piri piri em grão
- sal
- folhas de loureiro
- salsa
- pimenta branca
- cominhos

Preparação:
Faz-se um refogado com a cebola picada, alho e azeite. Depois da cebola estar bem douradinha coloca-se a carne de vaca partida em pedaços pequeninos para ir cozendo lentamente.
Tempera-se logo com piri piri, salsa e a folha de loureiro. Não se tempera já de sal, visto que a barriga de porco é previamente salgada, só depois desta estar adicionada é que se prova e coloca sal se necessário.Coloca-se também um pouco de massa de tomate.
Deixa-se cozinhar.

Quando virmos que a carne de vaca já está um pouco cozida, junta-se o frango partido também em pequenos pedaços, a chouriça às rodelas e a barriga de porco salgada cortada em cubinhos. Deixa-se cozinhar um pouco. Nesta fase provamos para saber se necessita de sal. Hoje precisou!!!

Adiciona-se a cenoura partida para dar um colorido ao prato, adiciona-se também a massa cotovelinhos para ir cozendo.
Deixa-se levantar fervura e adiciona-se o grão de bico cozido. Normalmente ele ainda vem duro e precisar cozer um pouco.
Novamente, levanta fervura e provamos para rectificar os temperos de sal. Coloca-se um pouco de pimenta branca e de cominhos. Dá um cheirinho e um sabor bastante agradável.
E pronto é só deixar terminar e saborear um prato muito bom!!!

Bom apetite.



P.S.: Esqueci-me de mencionar uma coisa. Eu fiz com as quantidades que apresentei. Deu para o nosso almoço de hoje, somos 4 pessoas e congelei o resto que dará para outra refeição, para nós os 4.
Rende bastante.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Bolo Bicolor de iogurte

Esta receita pertence à Luísa Alexandra, o mérito é todo dela.
Mas só tenho a dizer que é magnífico. Cá em casa todos adoraram, é sem dúvida uma receita a repetir.

Não fica nada seco, logo toda a gente adora.

Então vamos lá ao que interessa, vou postar a receitas com as devidas alterações.

Ingredientes:
6 Ovos
150 gr. de Açúcar
90 gr. de Margarina
1 Iogurte natural
200 gr. de Farinha
1 colher se sobremesa de fermento
50 gr. de Cacau Magro em Pó
Raspa de laranja
Canela

Preparação:
Na taça da batedeira coloquei os ovos e o açúcar, coloquei também uma pitada de sal e bati até ficar um creme esbranquiçado.

Adicionei então a margarina, o iogurte e a raspa de laranja. Continuei a bater até estar tudo bem envolvido.

Por fim juntei a farinha e o fermento. Envolvi tudo muito bem.

Untei com margarina uma forma sem buraco, e polvilhei com farinha. Coloquei o forno a aquecer a 180º.

Verti metade da massa para dentro da forma. Na outra metade coloquei o cacau e canela a gosto. Verti por cima da outra massa e levei ao forno.

Aqui está momentos antes de ir ao forno:



Depois de cozido, mas ainda quente:


Ficou deliciosos!!!
Muito obrigado à Luísa Alexandra por colocar estas delicias no blog dela. E não se esqueçam de visitar o seu blog.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

O maravilhoso mundo do ebay

Pois é, eu sou uma doida pelo ebay. Sou capaz de estar tardes a pesquisar naquele magnífico mundo.
Sexta feira encontrei uma máquina que com certeza irá fazer as delicias. É uma máquina de fazer hamburgers, manual, muito simples.
E o melhor de tudo é que foi baratinha. Não chegou bem a 10€ com portes e tudo e ainda trás 100 discos para fazer os hamburgers.

Fiquei muito admirada pois comprei na sexta feira passada e hoje o carteiro já me trouxe a minha maquineta. Oh mesmo contente com a minha compra.

Já imagino os hamburgers que vou fazer nela.
Quem me conhece sabe o quanto adoro utensílios e pequenos electrodomésticos de cozinha. Adoro simplesmente. E este já cá canta!!!

Olha ela tão linda!!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Compras para enxoval

É verdade, eu faço enxoval lol
Sei que há muita gente que não o faz e quando chegar à altura compra e acaba-se o assunto. Mas eu não consigo ser assim. A sério!!!
Estou formatada para ter tudo organizado, uso listas para tudo, mesmo. E vão perceber isso nos próximos tempos.
Tenho listas com tudo o que vou precisar, desde loiças, pequenos electrodomésticos, atoalhados. Vou comprando e marcando nas lista.

Domingo eu e o B. (o meu grande, grande amor) fomos dar uma volta à antiga Feira Nova da Póvoa do Varzim, agora Pingo Doce. Encontramos loiças vendidas à unidade, saladeiras a 1€ e pratos a 0,50€. Desta vez optamos por prato. Compramos 6 pratos ladeiros pretos, lindos de morrer. E 6 pratos de sobremesa verdes, verde alface mesmo. Só não compramos de sopa. Queria laranja e não havia.
Gosto de coisas coloridas, para dar cor à nossa vida.

Compramos ainda 1 descaroçador de pera/maça e uma abre latas, ambos azul bebé. E o melhor, o preço, 1€ cada.

Viemos de lá os dois muito felizes com as novas aquisições. Por 8€ fizemos a festa!!!
Agora vou andar de olho, pois quero 6 pratos de sopa laranja. Se souberem de algo avisem-me ok? Não se esqueçam da Lola.

O início :-)

Hoje, ao navegar pela net e ao ler os blogues que tantas vezes visito, resolvi criar o meu.
Não sei com que frequencia vou escrever (espero que com bastante claro!), mas algo me gritava para eu partilhar as minhas coisas.
Este blog não terá um tema em concreto. Nele tenciono partilhar as minhas coisas, as minhas alegrias e tristesas, algumas coisas do meu dia a dia, receitas de culinária, organização, faça você mesmo, ideias para enxoval e casamento :-), ups tantas coisas!!!

Espero claro ter leitores e que gostem dos meus devaneios!!!

Beijos e braços para toda a gente.