quarta-feira, 8 de maio de 2013

Guia da poupança I

Hoje decidi escrever sobre um tema que cada vez anda mais na boca do povo.

Ora eu não sou nenhuma perita, é lógico, mas vou deixar alguns pequeno truques que costumo usar e que vos podem ser úteis.

é claro que o que funciona comigo pode não funcionar com vocês e cada um de nós tem de se adaptar.

Vão ser pelo menos 4 posts sobre o tema “Guia da Poupança”, este é o primeiro e começamos com a poupança na hora das compras.

 

http://www.new.divirta-se.uai.com.br/arquivos/uai_noticia/20130228185831175.jpg

(Imagem retirada da internet)

 

1. Consulte os folhetos que recebe em casa e verifique quais os produtos em promoção. Tente sempre perceber qual o preço em kg, litro ou unidade para perceber se de facto compensa ou não.

Faça então a sua lista com o que precisa e guie-se sempre por ela. Isto é sem dúvida muito importante, faça a lista mas respeite-a!

 

2. Não perca oportunidades de pedir vales de desconto. Encontram-se muitas vezes disponíveis na net para pedir ou até em revistas que se encontram nas bancas.

Mas antes de comprar uma revista por causa dos vales de desconto faça um exercício. Veja os vales e identifique aqueles que de facto vai utilizar, some o valor desses mesmos vales e verifique se compensa o investimento na revista para a poupança que vai ter com os vales.

Tente sempre que possível associar um vale de desconto a uma promoção de supermercado.

 

3. Os supermercados têm muitas vezes as embalagens familiares, que por norma deveriam ter um preço mais baixo, mas nem sempre isso acontece.

Quando comprar um produto e o mesmo existir em embalagem normal e embalagem familiar faça o que digo no ponto 1. Faça as contas e verifique o preço por kg, litro ou unidade. Só assim vai conseguir perceber se de facto é mais vantajoso comprar embalagens normais ou embalagens familiares.

 

4. Alguns super e hipermercados dispõe de loja online. Se é daquelas pessoas que apesar de elaborar a lista de compras acaba por se perder no supermercado, esta é uma boa opção.

Pode fazer as compras no conforto do seu lar e como não está na loja provavelmente não se irá perder, pois não corre o risco de ser “enganado” por todo aquele marketing que os hipermercados usam para nos fazerem comprar coisas que por vezes nem precisamos delas.

Ao comprar pela internet poupa também nas deslocações. Já para não falar que as lojas online são uma maneira rápida de aproveitar campanhas.

 

5. Quando a questão é roupa por vezes torna-se complicado. Aproveite sempre os saldos para comprar roupa para o ano seguinte.

As lojas entram em promoções cada vez mais cedo e esta é uma boa forma de poupar.

Se as compras forem para as crianças tenha em atenção que as mesmas vão crescer e por isso terá de comprar tamanhos maiores.

Sem comentários:

Enviar um comentário